sexta-feira, dezembro 23, 2005

Paciente

Fui atropelado.
A cena fica indo e voltando na mente.
No local do acidente, fiz o que me disseram: tateei toda a perna e testei os ossos. Apenas dor, sem barulho.
Cheguei no hospital, eu disse dói, mas a perna não quebrou. O médico confiou em mim, analgésico e volta para casa. Mas eu quero um Raio-X. Perna quebrada.
Mudo de hospital. Vem a médica: "você não vai entender o que eu vou falar, mas..." Eu entendi mais do que ela pode imaginar, só não entendi a cara amarrada ao pedir uma segunda opinião.
Emergência talvez não seja o lugar para relação médico-paciente.
Ortopedistas eu acho que nunca quebraram a perna.
Mais uma lição extra-classe.
Sid

Um comentário:

Joana disse...

Ortopedista ? claro, é só colocar a nota dentro do livro de medicina ... rs